⚡️ BEST SELLERS POR R$99 ⚡️

GUIA DO BBA

A pele humana, como todos os outros órgãos, sofre envelhecimento cronológico. Ao contrário de outros órgãos, a pele está em contato direto com o meio ambiente e, portanto, sofre envelhecimento como uma sequência de danos ambientais. O fator primário ambiental que provoca o envelhecimento da pele humana é a irradiação ultravioleta do sol; a nossa principal proteção UV é a melanina.

A melanina é um pigmento produzido e armazenado no interior dos melanócitos, em um compartimento chamado melanossoma. Na pele, os melanócitos estão localizados na camada basal que separa a derme da epiderme. No entanto, a produção de melanina cutânea alterada pode causar problemas consideráveis de natureza estética, especialmente em condições hiperpigmentárias, como no melasma, hiperpigmentação pós-inflamatória, sardas ou lentiginose.

O desenvolvimento de ativos para o clareamento de lesões hiperpigmentadas ou para alcançar com segurança o clareamento geral é um dos maiores desafios da indústria cosmética. Especialmente porque os princípios ativos mais utilizados hoje em dia são sintéticos e provocam muitos efeitos colaterais, principalmente na matriz extracelular (MEC).

A matriz extracelular (MEC) é composta por colágeno, elastina, proteoglicanos (incluindo ácidos hialurônicos) e glicoproteinas não colagenosas e forma uma rede complexa tridimensional entre células de tecidos diferentes de um modo específico ao órgão.

O colágeno é a principal proteína estrutural deste tecido que tem uma relação direta com a espessura dérmica e a resistência mecânica, e seu conteúdo diminui com a idade e fatores externos, como UV.

O ácido hialurônico, um polissacarídeo de elevado peso molecular, é um glicosaminoglicano (GAG) sintetizado na membrana plasmática dos fibroblastos. Sua capacidade de retenção de água sugere que o HA pode desempenhar um papel importante na manutenção do espaço extracelular, facilitando o transporte de solutos de íons e nutrientes e preservando a hidratação de tecidos profundos.

Assim, macromoléculas da MEC, tais como o colágeno e o ácido hialurônico são bioativas e modulam eventos celulares, tais como adesão, migração, proliferação, diferenciação e sobrevivência.

BBA NA PELE

O BBA Orgânico possui atividade clareadora, resultado da redução da síntese de melanina, e benefícios anti-idade. Ele estimula a produção de ácido hialurônico, polissacarídeo natural presente na pele humana com alta capacidade de retenção de água, conferindo elasticidade e viço à pele.

Além disso, o ativo permite o aumento da densidade da rede de fibras de colágeno da derme. Dessa forma, o ingrediente possui um efeito firmador, além de promover hidratação profunda e a sensação de maciez da pele.

QUAIS PRODUTOS CONTÉM BBA NA SUA FORMULAÇÃO?

Junte-se a nós por uma beleza limpa e sustentável

Inscreva-se para receber a nossa newsletter

Thank you!

Pesquise no nosso site

Carrinho

Seu carrinho está vazio no momento.