Como começar a empreender: dicas para quem investir no seu negócio | Simple Organic Pular conteudo

Empreendedorismo Feminino: Dicas Essenciais para Iniciar Seu Negócio

Nada melhor que conversar com pessoas que já passaram pelas mesmas dores que você na hora de empreender, né? Por isso, neste Mês da Mulher, um dos nossos focos é trazer conteúdos que possam ajudar você nesse desafio de assumir riscos. 

+ THE SIMPLE TALKS: THAÍS ROQUE E OS DESAFIOS DO EMPREENDEDORISMO FEMININO

Patrícia Lima

Para te inspirar a não desistir no primeiro obstáculo, Patrícia Lima, nossa CEO e Fundadora, que seguiu seus instintos e abriu, em 2017, o que viria a se tornar a maior marca de Clean Beauty no Brasil, compartilha dicas e lições para realizar o sonho de ser dona do próprio negócio e começar com o pé direito. Vamos lá?

Faça, execute, coloque em prática

Não espere ter o melhor plano de negócio, o cenário ideal ou o investimento certo para tirar a sua ideia do papel. O importante é você executar o que pensou e saber se aquele é o timing de mercado.

"O empreendedorismo mora dentro da intuição, naquele feeling que você fala: eu sei que isso pode dar certo, não sei como, mas eu vou fazer. Tem que, sim, se ouvir, ter um feeling muito aguçado e apurado para informações que nem sempre são concretas."

Ao colocar a mão na massa, pense no seu objetivo final. Muitas vezes, nem sempre tendo todas as respostas. Afinal, quem tem no começo de uma empreitada, não é? Ouça aquela voz interior que direciona o pensamento, sempre lembrando que é vital saber a hora certa, considerando as demandas do mercado. Ou seja: a hora é agora?

Identifique uma dor do consumidor

Pense, pesquise, entenda se existe uma demanda não atendida. Se coloque no lugar do consumidor e tenha certeza de que existe um gap em que você possa atuar. Precisa ser inovador? Nem sempre!

"Pode ser algo que já existe, mas que você vai executar, colocando a sua personalidade e atuando de outra maneira. Se você fizer algo básico, porém, bem-feito, colocando seu toque pessoal e executando de maneira estruturada, você pode ser muito bem-sucedida."
Invista em mentoria feminina 

Sabe aquela rede de apoio e desenvolvimento que você confia? Então, ela é fundamental para você evoluir, trocar informações e aprender por meio das experiências de outras empreendedoras. Se você tem algum profissional que admira, quer seguir seus passos e que esteja no mesmo tamanho do seu negócio, tome a iniciativa de procurar por essa pessoa. Mande uma mensagem dizendo que você a acompanha, que é um exemplo para você e desenvolva essa relação.

"Muitas vezes, você não vai conseguir o tempo de um CEO super importante, mas, às vezes, tem uma pessoa do seu lado, de outro segmento, que está passando pelas mesmas dificuldades que você. Conecte-se a ela para seguirem, juntas, em uma troca de informações e, de obstáculos enfrentados e soluções encontradas."

Apenas mulheres vão entender o que é ser mulher no mercado de trabalho, tendo outras jornadas acontecendo em paralelo, como questões familiares, de maternidade, a autocobrança exagerada por resultados... Dividir essas preocupações pode ser a chave para uma mudança de mindset.

Recalcule a rota quantas vezes precisar

Não desanime com as adversidades: a cada 100 nãos, você vai receber um sim. Também não se abale com pessoas do seu círculo dizendo que não vai dar certo.

"Recentemente passei por isso quando lancei a Linha de Suplementos. Quantas vezes eu ouvi falar que não tinha formulação limpa para cápsulas e gummies? Então, não se contente com 'os nãos', com 'o não é possível'. A gente tem que fazer, se desafiar e acreditar que aquilo pode dar certo."

Ainda assim, se após inúmeras tentativas não der certo, é hora de entender se chegou o momento de recalcular a rota. E tudo bem, porque o objetivo final é chegar ao "sim". Observe outros nichos, outros mercados, com a mente aberta, sem preconcepções. Às vezes, a resposta que buscamos está em outra área completamente distinta da nossa e, olhar de forma criativa, com a menta aberta, pode ser a cereja do bolo.

Não se deixe rotular 

Ser mulher, por si só, já é desafiador. No empreendedorismo não é diferente. A boa notícia é que existe uma força na visão feminina, na feminilidade, cada vez mais reconhecida. Que bom, né?

"Sou uma empreendedora do lado criativo, mas isso não anula meu lado de gestão. Existem sempre pequenos preconceitos e estereótipos enraizados, te colocando em caixinhas e te rotulando com opiniões que não são verdadeiras. Isso exige de nós muita energia para se libertar dessas amarras."

As dificuldades e preconceitos existirão, mas dentro do olhar feminino no empreendedorismo, a mulher tem fortalezas que merecem ser respeitadas e legitimadas. 

Gostou das dicas? Comente aqui o que achou das sugestões da nossa fundadora e CEO para começar a empreender e ter sucesso.

Deixe um comentário

CATEGORIAS