⚡️ FRETE GRÁTIS nas compras a partir de R$199 | Frete Fixo R$9,90 para todo o Brasil⚡️

Higiene pessoal de forma natural e sustentável: como aplicar à sua rotina

Higiene pessoal de forma natural e sustentável: como aplicar à sua rotina

Segundo uma pesquisa de 2019 da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), questões como sustentabilidade, personalização, valor social, e transparência são alguns dos pontos determinantes na hora da escolha de um cosmético pelo consumidor.

Ainda de acordo com a pesquisa, 75% dos Millennials, principal público consumidor desse nicho, procuram produtos de higiene e cosméticos que tenham preocupação e compromisso com o meio ambiente, ou seja, produtos naturais.

Mas o que, de fato, é um cosmético natural? 

São os cosméticos que possuem pelo menos 95% de matérias-primas de origem natural, e os outros 5% de matérias orgânicas. Para que o cosmético natural seja classificado como orgânico, ele precisa ter uma concentração mínima de ingredientes naturais e orgânicos certificados em sua fórmula.

Por terem origem natural, as matérias-primas desses cosméticos são obrigatoriamente livres de agrotóxicos ou pesticidasAlém disso, devem ser livres de corantes, fragrâncias e conservantes sintéticos, metais pesados e derivados do petróleo, uma vez que todos esses elementos podem ser prejudiciais à saúde, e também, ao meio ambiente. 

Além da formulação, etapas como forma de produção, embalagem e relação com os consumidores também são fatores determinantes na hora de rotular o produto. 

Mas por que devo trocar meu cosmético convencional sintético por um natural?

Ainda não há dados o suficiente que medem a gravidade desses compostos a longo prazo na pele, mas é só pensar um pouquinho: ao comprar morangos, por exemplo, você prefere os orgânicos ou aqueles cheios de agrotóxicos? O raciocínio que precisamos ter com os cosméticos segue essa mesma linha.

Por isso, é importante se atentar à formulação. Confira alguns ingredientes que você deve tomar cuidado na hora de escolher um produto: 

  • Talco;
  • Destilados de Petróleo (parafina líquida);
  • Nano partículas, como óxido de zinco e óxido de titânio;
  • Mercúrio;
  • Sulfatos;
  • Amônia;
  • Óleo de Vaselina;
  • Óleo Mineral;
  • Geleia Mineral;
  • Amianto;
  • Benzoato de sódio;
  • BHA;
  • BHT;
  • Chumbo;
  • Clorfenesina;
  • Clorofilina;
  • DEA;
  • DMDM Hidantoína;
  • Diazolidinil Uréia;
  • Oxibenzona;
  • Triclosan;
  • Lauril sulfato de sódio;
  • P-Fenilenodiamina;
  • Butil-hidroxianisol;
  • Butil-hidroxitolueno;
  • Salicilato de benzila;
  • MEA;
  • TEA;
  • PEG;
  • EDTA;
  • Imidazolidinil Uréia;
  • Metenamina;
  • Quatérnio-15;
  • Propilenoglicol;
  • Fenoxietanol;
  • Petrolato;
  • Parabenos (plásticos).

Cosméticos sintéticos no meio ambiente:

Depois que terminamos de usar os cosméticos, a parte deles que não foi absorvida retorna para a natureza. As espumas de shampoos, sabonetes e até mesmo de pastas de dentes, por exemplo, escorrem pelos ralos e retornam aos mares e oceanos. 

Esses produtos tóxicos acabam contaminando a biodiversidade marinha e os solos, e assim, causam a morte de espécies. Além disso, os microplásticos e componentes sintéticos prejudiciais à saúde são ingeridos pelos peixes que nós acabamos consumindo depois! Ou seja, você acaba ingerindo, direta ou indiretamente, essas toxinas. 

Os resíduos gerados pelos cosméticos naturais e orgânicos não prejudicam o meio ambiente, e assim, podemos utilizá-los sem nos preocuparmos em gerar mais poluição. 

Ok, e agora que conheço a composição dos produtos, como posso tornar minha rotina de higiene pessoal sustentável?

É mais simples do que parece: vá ao seu banheiro, e olhe os produtos que você usa todos os dias. Sabonetes, shampoos, pasta e escova de dentes. Além da sua composição, de que forma você os usa? De que forma você os descarta? 

A seguir te apresentamos algumas dicas para fazer a transição para uma rotina limpa e sustentável:

1 - Opte por escovas de dente feitas de bambu! Elas são biodegradáveis e duram mais do que as tradicionais de plástico. Além disso, o preço é praticamente o mesmo.

2 - DO IT YOURSELF: Faça você mesmo! Ao invés de optar por máscaras faciais prontas e sintéticas, porque não fazer sua própria máscara de argila? São naturais, duráveis e não possuem plástico em sua composição, além de oferecer a experiência de personalização do produto. 

3 - Muuuita atenção ao descarte: muitas vezes, por já estarmos mais próximos, acabamos jogando todas as embalagens vazias no próprio lixo orgânico do banheiro, e assim, inconscientemente, acabamos contaminando rejeitos que poderiam ser reciclados. Na próxima vez que seu shampoo acabar, lembre de levá-lo ao lixo reciclável. 

4 - Se possível, elimine absorventes descartáveis: hoje, o mercado oferece calcinhas absorventes, coletores menstruais e absorventes de pano. Todas essas opções são duráveis e higiênicas, vale fazer o teste!

5 - Esse você já sabe, mas não custa repetir: atente-se ao uso de água. Escove os dentes de torneira fechada, evite banhos longos, e quando possível, faça xixi no banho. 

6 - Use e abuse de produtos sólidos! Shampoos, sabonetes, pasta de dente, desodorante: tudo o que puder ser em barra! No início você pode estranhar, mas hoje existem infinitas opções para você experimentar e ajudar o planeta a reduzir o descarte de embalagens. 

Você já possui algum desses hábitos? Conhece outras formas de higiene sustentável? Conta sua experiência pra gente nos comentários! 


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Pesquise no nosso site

Carrinho

Seu carrinho está vazio no momento.